Biodiversidade planetária


Caramujos no substrato da Praia do Ariramba, Mosqueiro, Belém/Pa
Imagens:http://www.blogpedroleao.blogspot.com/

Segundo o artigo 2 da Convenção da Diversidade Biológica, biodiversidade ou diversidade biológica significa “a variabilidade de organismos vivos de todas as origens, compreendendo, dentre outros, os ecossistemas terrestres, marinhos e outros ecossistemas aquáticos e os complexos ecológicos de que fazem parte; compreendendo ainda a diversidade dentro de espécies, entre espécies e de ecossistemas”.

A biodiversidade é responsável pelo equilíbrio e estabilidade dos ecossistemas. Suas funções ecológicas ainda estão sendo melhor compreendidas, mas considera-se que ela seja responsável pelos processos naturais dos ecossistemas e espécies que sustentam as formas de vida e transformam a biosfera, tornando-a apropriada e segura para a vida.

Atualmente, em torno de dois milhões de espécies já foram identificadas no planeta, mas o número exato de espécies ainda é desconhecido. Estima-se que haja sobre a Terra entre cinco e 100 milhões de espécies. Só o Brasil abriga por volta de 20% dessas espécies, distribuídas em diversos ecossistemas, entre eles a Floresta Atlântica, o Cerrado, a Caatinga e a Floresta Amazônica, maior floresta tropical do mundo.

Por outro lado, o Brasil possui a maior taxa de desmatamento do mundo. Como consequência, há o aumento da erosão, o comprometimento dos cursos d’água e da qualidade do ar, a redução da biodiversidade e contribui, negativamente, para as mudanças climáticas e o aquecimento global.

Segundo as listas de Espécies da Fauna e Flora Brasileiras Ameaçadas de
Extinção, publicadas em 2008, 627 espécies de animais (130 de invertebrados terrestres, 16 de anfíbios, 20 de répteis, 160 de aves, 69 de mamíferos, 78 de invertebrados aquáticos e 154 de peixes) e 472 espécies de plantas correm o risco de desaparecer do país.

A biodiversidade do planeta possui, além de seu valor intrínseco, valor ecológico, genético, social, econômico, científico, educacional, cultural, recreativo e estético. Por sua tamanha importância, é preciso evitar a sua destruição. A preservação da biodiversidade exige investimentos significativos em projetos, ações de governos, organizações não-governamentais, empresas e, principalmente, necessita da conscientização e da ação de cada cidadão sobre o seu papel na conservação da biodiversidade do Brasil e de todo o planeta Terra.


http://terrabrasilis.com

Postagens mais visitadas deste blog

Flores da Amazônia