Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 7, 2018

Cooperativa indígena desafia máfia de alimentos na Amazônia

Imagem
Uma cooperativa agrícola de uma pequena aldeia indígena na Amazônia desafia as máfias que controlaram há décadas a exploração e comercialização de alimentos na região. Com a criação, em outubro, da Cooperativa de Produção e Desenvolvimento Indígena Paiter (Coopaiter), que permite a comercialização de alimentos sem a intervenção de terceiros, e a expulsão de madeireiros, em novembro, a aldeia Nabecob Abalakiba começou a ser ameaçada. Depois do confronto entre indígenas e madeireiros expulsos, homens armados supostamente a mando dos invasores atacaram Naraimi Suruí, filho do cacique Anine, e sua esposa, Elisângela Dell-Armelina Suruí, eleita educadora do ano no Brasil, que lideram a cooperativa e saíram ilesos do ataque. Cacoal, a 485 quilômetros de Porto Velho, é o único município de Rondônia onde os indígenas participam do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) do Governo Federal. Na aldeia Nabecob Abalakiba, a 45 quilômetros do centro de Cacoal, 20 famílias da etnia Paiter-Suruí comerc…