ARTE E E MEIO AMBIENTE


Ilustração botânica


A arte contribui com a natureza quando por meio de uma pintura, ilustração botânica ou até um objeto de artesanato, tem-se a sensação de que tudo no meio ambiente pode ser reutilizado sem que nada seja prejudicado.
Pintores e ilustradores botânicos procuram retratar a natureza de forma criativa, educativa e que possa levar ao público uma visão simples, porém bonita, das riquezas do meio ambiente. Já os artistas plásticos que trabalham com produtos recicláveis mostram que é possível fazer artesanato utilizando como matéria-prima, produtos descartáveis. Esse tipo de atitude ecologicamente correta chama a atenção de indústrias e fábricas para que se interessem e passem a investir, produzir e distribuir produtos de origem reciclada, o que é muito bom! Nesse ciclo verde, todos ganham: meio ambiente, comércio, consumidor e a criatividade artística.
_________________________
Marilene Almeida
EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL UNE ARTE E MEIO-AMBIENTE

trabalhos do mundo inteiro tematizam conexão entre arte, ciências e sustentabilidade.
Exposição que abre dia 22 no Memorial da América Latina convida à reflexão, pela arte, pessoas interessadas em debater soluções para inibir a evolução predatória do meio-ambiente no planeta. 


Mar revolto - José de Castro
Exemplos a Seguir – Expedições de Estética e Sustentabilidade, inédita mostra que vem ao Brasil em parceria com o Instituto Martius –Staden , da Alemanha,  reúne trabalhos em vídeo, fotografia, performances e instalações , sob curadoria de Adrienne Goehler  e Tereza de Arruda.



Obra de James Kudo
Inaugurada em 2010, depois de ser vista pelos alemães, Exemplos a Seguir!  rodou por Índia, China e Etiópia, com trabalhos de artistas da Europa, Ásia, Estados Unidos, Argentina e cinco brasileiros convidados pela organização:  Marlene Almeida, Sonia Guggisberg, James Kudo, Shirley Paes-Leme e José De Quadros.







Sonia Guggisberg - Bolhas urbanas
A mostra coletiva, que fica em cartaz até 7 de abril na Galeria Marta Traba, propõe um “grito” de conscientização à humanidade, sobretudo após os pífios resultados da Rio+20, a fim de estabelecer uma conexão entre as artes, a ciência e a sustentabilidade.

Foi esse o critério usado pela curadora alemã Adrienne Goehler para selecionar em vários países o elenco da exposição: artistas que dissolvem as fronteiras entre o ativismo, arte e invenções, conectando as experiências de iniciativas ambientais com a sua própria abordagem artística.


Serviço
Mostra coletiva
Exemplos a Seguir! Expedições em Estética e sustentabilidade
Quando: De 22 de fevereiro a 7 de abril
Onde: Galeria Marta Traba – Memorial da América Latina (portões 1 e 5)
De terça a domingo, das 9h às 18h
Entrada Gratuita
Informações:

Assessoria de Imprensa:
11-38234620 – memorialcomunica@gmail.com
Imagens:
supergiba.com
arteum.terra.com.br › Fotografia
cultturando.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

Flores da Amazônia