Ilha de São Pedro: Um sítio histórico entre Belém e Ananindeua.


A ilha de São Pedro localiza-se ao sul da ilha do Mosqueiro, distante 27,8 km do centro de Belém. Possui uma área de 416.80 há, correspondendo a 4.168 Km² (PREFEITURA MUNICIPAL DE BELÉM, 2007).



Durante as administrações municipais passadas, alguns dos gestores de Ananindeua consideravam que a ilha estava dentro dos seus limites territoriais. Divulgando seu nome e sua história em materiais impressos como mapa e folders. 
Sua história possui forte e inseparável ligação com as ilhas de Ananindeua, principalmente Santa Rosa, Sororoca e João Pilatos, pois no processo de ocupação deste território insular a ilha de São Pedro foi uma das primeiras a ser ocupa e explorada economicamente (ALMEIDA,2006; ALMEIDA, 2008).

No século XVIII foi implantado um engenho para a produção de açúcar e cachaça pelos Alemães, que utilizavam as ilhas de João Pilatos, Santa Rosa e Sororoca para cultivar canas para a produção de açúcar (ALMEIDA,2006; ALMEIDA, 2008).


No século XIX os alemães deixaram a ilha que passou a pertencer ao português Manoel Coimbra que iniciou os seus trabalhos com ajuda de alguns dos antigos empregados. O português registrou em cartório a posse da ilha (ALMEIDA,2006; ALMEIDA, 2008).

Os empregados da ilha de São Pedro passaram a ocupar as ilhas próximas, constituindo famílias e fundando localidades e comunidades, como as comunidades de Igarapé Grande (Ilha de João 
Pilatos), Roldão e Remanso (Ilha de Santa Rosa) (ALMEIDA, 2008). 

Com base nas informações orais, verifica-se que a ilha exerceu grande influência nos séculos anteriores em virtude de seus empreendimentos, configurando-se uma relação de coexistência com as demais ilhas de Ananindeua, que naturalmente as consideravam como parte integrante do mesmo território.

No entanto, segundo o Diário Oficial do Estado do Pará, de 16 de dezembro de 1993, a ilha pertence ao município de Belém conforme a Lei nº 5.778. Reforçada pelas leis municipais n° 7.682 de 12 de janeiro de 1994, Lei n° 7.806 e 30 de julho de 1996, Lei nº 8.655, de 30 de julho de 2008, que instituem a região insular, a divisão político administrativa do município de Belém, em que a ilha de São Pedro passa a pertence ao Distrito Administrativo da Ilha do Mosqueiro (DAMOS) e o Plano Diretor de Belém (ALMEIDA,2006; ALMEIDA, 2008; PREFEITURA MUNICIPAL DE BELÉM, 2007).
.
 
Atualmente a ilha faz parte da Zona do Ambiente Natural 2 (ZAN) – Setor III, estabelecida pelo Plano Diretor Lei n° 7.684 de 12 de Janeiro de 1994, divida para fins de estudo, obedecendo às características comuns de forma a permitir a elaboração de atividades relacionadas à sua utilização, tendo como objetivo manter a ambiência paisagística e a preservação do seu sítio histórico, bem como, o uso racional dos seus recursos, que em conjunto com as outras ZAN visam à manutenção da qualidade de vida na cidade de Belém (PREFEITURA MUNICIPAL DE BELÉM, 2007).

A ilha de São Pedro é uma propriedade particular em que encontram- se as instalações da cerâmica, de um museu industrial, uma capela datada do século XIX e restaurada na década de 1930, as casas dos funcionários e, uma casa em estado de conservação construída pelos alemães e, habitada e administrada pelo português Elísio Capela, filho do português Manuel Coimbra.


Fontes:

ALMEIDA, Adrielson Furtado. Ananindeua e a sua identidade cultural. 2006. 108f Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Turismo) – Centro Sócio-Econômico, Universidade Federal do Pará, Belém, 2006.

ALMEIDA, Adrielson Furtado. Diagnóstico sócio-ambiental da região insular de Ananindeua (PA): uma proposta de zoneamento turístico. 90f. (Monografia de Especialização em Gestão Ambiental). Núcleo de Meio Ambiente, Universidade Federal do Pará, Belém, 2008.

PARÁ, Lei n° 5.778, 15 de dezembro de 1993. Define os limites político-administrativos e territoriais entre os municípios de Belém e Ananindeua e dá providências. Diário Oficial do Estado: Belém, n° 27.615, 16 de dez. 1993.

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELÉM. Diagnóstico da região insular do município de Belém. SILVA, Sérgio Brazão (Org). Secretaria Municipal de Coordenação Geral do Planejamento e Gestão, Fundação de Apoio a Pesquisa, Extensão e Ensino em Ciências Agrárias. Belém: 2007.
--------------
Imagens:
Foto 1: Vista da chegada a ilha de São Pedro
Foto 2 : Casarão da Ilha
Fonte: Almeida (2008)
Foto 3: Capela da Ilha de São Pedro
Fonte: Almeida (2008)
Foto 4: Placa de sinalização do Museu Industrial
Foto: Almeida (2008)
Foto 5: Maquinario do Museu Industrial da Ilha de São Pedro
Fonte: Almeida (2008)
Foto 6: Casas dos funcionários da Ilha de São Pedro
Foto: Almeida (2008)

Postagens mais visitadas deste blog

Flores da Amazônia