Murumuru: a joia da região amazônica



http://www.revistaecologico.com.br/noticia.php?id=1386
15/07/2013
São Paulo  - O murumuru, fruto da palmeira genuinamente brasileira de mesmo nome, é um grande aliado quando o assunto é hidratação, controle de volume e frizz de todos os tipos de cabelos. Hoje, o ingrediente já é considerado pela indústria cosmética como um possível substituto do óleo de argan. No entanto, seus benefícios vão muito além das questões funcionais e estéticas, ele também tem um papel importante quando a questão é o desenvolvimento econômico e social.  Uma vez que, por meio da coleta e comercialização sustentável de suas sementes, habitantes de comunidades da região amazônica possuem uma fonte extra de renda.
"Para que possamos contar com insumos sustentáveis e tecnológicos para a indústria cosmética, realizamos o rastreamento de todas as etapas do processo produtivo, desde a coleta até a entrega da matéria-prima aos clientes. Para a obtenção do murumuru e demais ativos de nosso portfólio, temos a preocupação de realizar nossas ações apoiadas no tripé da sustentabilidade, isso é, garantir o respeito ao meio ambiente, o desenvolvimento social e a obtenção de lucros de forma consciente", explica Daniel Sabará, Diretor Executivo da Beraca, empresa especializada no desenvolvimento de ativos e matérias-primas de alta performance para o mercado.
Com clientes como a L'Oréal Professionnel, que aposta no murumuru como principal ativo de sua nova linha capilar Absolut Control, a Beraca investe fortemente em parcerias com comunidades para a coleta e beneficiamento de frutos e sementes da biodiversidade brasileira. Na coleta e manejo das sementes do murumuru estão envolvidas 101 famílias da região de Bragança, no estado do Pará, isso representa um impacto direto e indireto para cerca de 500 pessoas, que são beneficiadas por essa importante fonte extra de renda.
A parceria entre a Beraca e as comunidades amazônicas faz parte do Programa de Valorização da Biodiversidade®, criado pela empresa no ano 2000. O projeto compõe as práticas que regem a atuação da empresa com os insumos da biodiversidade brasileira, desde o treinamento de boas práticas de manejo até o processamento, garantindo a rastreabilidade em  toda a cadeia. Hoje, a empresa atua com 1.600 pessoas, organizadas em 101 núcleos comunitários, contribuindo para o desenvolvimento regional e prezando pela conservação da maior floresta tropical do mundo.
"Estamos comprometidos com o desenvolvimento socioeconômico do Brasil. A nossa proposta é contribuir com a estruturação das atividades dentro das comunidades, auxiliando os moradores no processo de organização por meio de treinamentos, capacitações sobre o manejo sustentável de matérias-primas e ampliação das oportunidades de inserção no mercado. Assim, mostramos a essas comunidades que a floresta mantida em pé vale muito mais do que derrubada, pois é uma perpétua fonte de renda", pontua o executivo da Beraca.
__________________

Informações:

MURUMURU-Butter - (Astrocaryum murumurú, Arecaceae)




 _________________


Postagens mais visitadas deste blog

Flores da Amazônia