Chegou o inverno na minha Belém do Pará!



Belém tem praticamente apenas duas estações do ano: Inverno e Verão. O verão começa nos meses de maio e junho e vai até novembro, é a época seca, quase não chove...são dias liiindos, com céu muito azul.

Já o inverno daqui é sinônimo de chuva... chove bastante no período de dezembro a abril...mas a temperatura é praticamente a mesma. 
A temperatura em Belém varia de 24°C a 38°C, basicamente a mesma temperatura do Rio no Verão, o faz com que a sensação térmica seja maior em Belém  é a umidade que é muito grande. A gente fica encharcado de suor!!! 
Eu, como não gosto de frio, adoro os dias ensolarados de Belém!! Acho que faz um bem danado acordar e ver aquele céu maravilhoso e o sol radiante todos os dias, ir a praia, tomar banho de igarapé, de rio,andar com poucas roupas e bem leves.
Doenças de inverno?

Cuidado, elas podem não ser tão simples quanto parecem... 

 Resfriado, rinite, asma, amidalite,... enfim, diversas doenças como estas são comuns com a chegada do frio. No entanto, os especialistas alertam que elas podem aparecer em qualquer época do ano. Mas é no inverno que elas podem ficar mais frequentes. Isso porque, com o frio, a tendência é manter janelas e portas fechadas, o que possibilita um ambiente favorável à transmissão de doenças.
Quem sofre mais com essa probabilidade são as crianças e os idosos. Afinal, o sistema imunológico deles não é tão forte quanto o dos adultos e jovens, o que faz com que sejam afetados pelas doenças com mais constância ou maior gravidade. Mas o alerta fica para toda a população: manter um ambiente sempre arejado e com circulação de ar contínuo.

O hábito de manter ambientes fechados para evitar o frio pode aumentar as chances de contaminação. Principalmente, as doenças associadas ao trato respiratório superior e inferior, como os resfriados, rinite, asma, exacerbação da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC - associada ao cigarro, na maioria das vezes), amidalite, otite, pneumonia, meningites virais e gripe por influenza, entre outras. “Em outros casos, o frio pode exacerbar ou por vezes desencadear uma doença crônica, como é o caso da asma, rinite e DPOC”. “As pessoas que são portadoras dessas condições estão mais predispostas as doenças associadas a exposição ao frio”.

É gripe?

Apesar de alguns sintomas em comum, existe uma diferença importante entre gripes (infecção pelo influenza) e resfriado (infecção por vírus mais simples, como coxsakie e rhinovírus, que costumam causar somente sintomas leves e restritos a cabeça e pescoço). A gripe é uma condição sistêmica, que causa febre alta, dor muscular, mas que existem vacinas para preveni-las. “O problema é que o vírus influenza tem uma capacidade notável de sofrer mutações, e, além disso, pode se apresentar em diversos subtipos diferentes. Ou seja, a vacina pode não ser suficiente para prevenir a doença, mas reduz a possibilidade do contágio pelos tipos mais frequentes deste vírus”.

 Mas, atenção!
Não são só as doenças respiratórias que acometem os paraenses no inverno, devemos atentar para a DENGUE, pois infelizmente ainda não foi erradicada no Brasil e para termos um inverno bem gostoso apenas para que possamos curtir as nossas chuvas, temos que tomar todo o cuidado possível fazendo a nossa parte como:
Manter recipientes, como caixas d’água, barris, cisternas, devidamente fechados e esvaziar vidros, potes, pratos e vasos de plantas ou flores, garrafas, latas, pneus, panelas, bacias, além de outros locais em que a água da chuva é coletada ou armazenada.

A Dengue já é um problema em todo o Brasil matando muitas pessoas e deixando outras muito doentes.
Ela é transmitida ao homem através da picada do mosquito Aedes aegypti e este mosquito é de origem Africana e é o responsável por tantas pessoas com esta doença.
A Dengue que possui 4 vírus encontrados até agora e são eles a dengue tipo 1, tipo 2 tipo 3 e a encontrada recentemente que é a Dengue tipo 4 que tem preocupado demais as autoridades da saúde já que mesmo as pessoas que tenham sido picados não estão imunes.

O mosquito da Dengue só pica durante o dia e seus ovos são muito resistente até encontrar um ambiente com água para se desenvolver e são as fêmeas que picam.
mosquito da dengue é menor que os mosquitos comuns e eles têm, em média, 0,5 cm de comprimento. Ele é preto com pequenos riscos brancos no dorso, na cabeça e nas pernas. Suas asas são translúcidas e o ruído que produzem é praticamente inaudível ao ser humano.
Então,bastante cuidado.Mais uma vez vou publicar aqui os ingredientes necessários para fazer um repelente caseiro que afasta todos os tipos de mosquitos, principalmente o da DENGUE.

·         1/2 litro de álcool;
·         - 1 pacote de cravo da Índia (10 gr);
·         - 1 vidro de óleo de nenê (100ml)
·         Deixe o cravo curtindo no álcool uns 4 dias agitando, cedo e de tarde;
·         Depois coloque o óleo corporal (pode ser de amêndoas, camomila, erva-doce, aloe vera).
·         Passe só uma gota no braço e pernas e o mosquito foge do cômodo.
·         cravo espanta formigas da cozinha e dos eletrônicos, espanta as pulgas dos animais.

O repelente evita que o mosquito sugue o sangue, assim, ele não consegue maturar os ovos e atrapalha a postura, vai diminuindo a proliferação. A comunidade toda tem de usar, como num mutirão. Não forneça sangue para o aedes aegypti!

 Há comentários que com dois saquinhos de cravo da índia fica ultra concentrado, e mais um vidrinho de 100 mg de óleo de erva doce, fica perfumado suave e muito agradável.
Então, agora é só curtir o nosso inverno na boa, tomar nosso tacacá a tarde, chupar nossas mangas deliciosas que você se quiser não precisa nem comprar, basta passear pelas ruas quando estiver chovendo (rsrsrsrsrs)...
VIVA BELÉM, CIDADE DAS MANGUEIRAS!
______________

Fonte:
http://consenfmh.blogspot.com.br/2012/01/chegou-o-inverno-na-minha-belem-do-para.html



Postagens mais visitadas deste blog

Flores da Amazônia